Pão de queijo e gelo

O barulho começou fraco. Ela olhou discretamente pela janela enquanto teclava no computador com um amigo.

O telhado de fibra de vidro reverberava feito milho se transformando em pipoca e o céu escuro era amedrontador.

Os cães deveriam estar apavorados, mas ela não queria deixá-los entrar em casa. Ainda havia a criança de 2 anos e ela não se entende bem com os cães.

Subiu pela escada dos fundos e chegou na lavanderia, os cães vieram apavorados ao seu encontro e ela ajoelhou no chão, abraçando-os. O ruído agora era ensurdecedor, o granizo aumentara de tamanho, a chuva se intensificava e ela se perguntou se aquele telhado aguentaria aquelas pedradas todas.

Os cães estavam molhados, tremiam de medo… ou de frio, não havia como saber. Ali ajoelhada e abraçada a eles, ela observava as pedras que rebatiam nas paredes e entravam na parte coberta onde eles estavam. Eram muito maiores do que uma pipoca estourada.

Os cães agora iam e voltavam mais nervosos e aflitos. Ela os chamava, sua voz se perdia no ribombar do granizo nas telhas de fibra de vidro, mas os cães voltavam.

A menina! A menina sozinha na sala assistindo tv. Os cães precisariam esperar um pouco.

Ela desceu correndo e encontrou a menina na sala… Criança cheia de vida, sorriu e voltou a olhar a tv, assistindo seu programa favorito. No pratinho ao lado, alguns pequenos pães de queijo que compunham seu lanchinho da tarde.

Uma explosão e faíscas iluminam a janela da sala. Alguma fiação no poste da rua estourara e o estrondo fora grande.

A criança, nesse momento, rolou em seu colchão na sala e pegou mais um pão de queijo.

A luz pisca e oscila, mas não apaga. Os personagens coloridos correm na tv diante dos olhos dela.

A porta do quarto é aberta e os cães descem apavorados… A chuva começa a recuar.

A criança olha para sua almofadinha no chão, pisoteada pelo cão e faz careta. Pega e a coloca no colchão, senta de novo e volta a assistir a tv. A chuva para, os cães retornam para o andar superior.

O resultado é, montinhos de pedras de gelo nos cantos da varanda.. Dois cães ensopados… O vizinho da frente provavelmente sem luz…

A criança?

Comendo pão de queijo e assistindo tv, oras. Nada é mais importante do que seu programa favorito…🙂

1 Comentário

  1. Sil said,

    23 de setembro de 2010 às 2:55 pm

    Aqui também foi assustador. Pior foi que a Sam estava na rua na hora do temporal mas graças a Deus, ela escapou das pedras de gelo e chegou sã e salva em casa.
    Felizmente as crianças são focadas em seus interesses, enquanto a TV funcionar, tudo está bem😉
    Beijo


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: