Pelé na Seleção. Corinthians no Coração

A última vez que Pelé jogou na seleção foi em 1971. Eu tinha um ano de idade, portanto. Nunca o vi em campo com a camisa canarinho e eu A-DO-RO futebol.

Senta que lá vem história…😛

Sempre gostei, mas até a partida de Senna, F1 era meu esporte favorito. Quando ele se foi, me vi órfã de esporte e decidi ‘me voltar’ pro futebol. Sou Corinthiana, meus amigos sabem. Não sou daquelas que sabe escalação, história completa do time, data dos jogos mais importantes, enfim, eu não estudei esses detalhes e não os guardo. Não todos. Mas eu sou Corinthiana, sim senhor. Já tentei ‘virar casaca’ (shame on me!), mas não consegui, tinha 12 anos de idade e fiquei revoltada com o time. Tentei torcer pro São Paulo, mas o jogo seguinte do Corinthians, lá estava eu torcendo. Ah sim, graças ao Timão, tenho um detalhe contraditório em minha vida: não sou cristã, mas também admiro São Jorge, oras pipocas, é o padroeiro do meu time! Estou em busca de uma estatueta legal dele matando o Dragão pra colocar no meu quarto. Se alguém vir alguma, não pode ser muito grande, mas não quero pequenininha também, precisa ter detalhes, por favor, avise.🙂

Tem vezes que eu até esqueço que o Corinthians vai jogar. Nessas horas, a amizade com o Seu Lobo ajuda muito.😀
E viver com Corinthianos ajuda também. A Sammy é Corinthiana e ajuda a lembrar dos jogos.

A paixão veio graças a meu primo. Meu grande parceiro de travessuras infantis. Acho que já contei isso aqui no blog, mas ele, influenciado pelo seu pai (meu tio), era Corinthiano. Como eu e ele gostavamos das mesmas coisas, eu decidi torcer para o Corinthians também. Meu pai não era muito fã de futebol, não naquela época. Ele acabou ‘assumindo’ seu lado Corinthiano bem depois, eu era casada com o Rodrigo. E influenciamos meu sobrinho Cello, para revolta de seu pai biológico, São Paulino inveterado.

Durante um tempo, o Cainho foi São Paulino por causa do pai. Até que acabou indo ao estádio com o meu cunhado, outro Corinthiano, para ver Corinthians e Palmeiras. Voltou Corinthiano, para desgosto do pai.🙂

Mas voltando ao Pelé. Então. Eu sempre admirei o Pelé (não o Edson Arantes do Nascimento). O jogador foi um esportista exemplar, muito hábil no que fazia e dominava aquela ‘gorducha’ como ninguém. Não houve e não sei se haverá tão cedo alguém como ele.

Exatamente por ele não ter jogado na seleção depois de 71 é que muita ‘molecada’ não acha que o Pelé ‘é tudo isso’.

Claro, existiram e existem jogadores fenomenais na nossa geração. Mas o Pelé não era chamado de Rei à toa. Muita molecada resmunga que é endeusar alguém que ‘não merece’ o título, mas eu só posso lamentar, afinal, gosto não se discute, se lamenta.🙂

Enfim, a Vivo juntamente com parceiros criou este filme onde ficticiamente, Pelé faz seu ÚLTIMO gol usando a camisa da Seleção. Que é algo que ele diz que se pudesse, mudaria em sua vida: fazer seu último gol usando a camisa da seleção.

Óbvio, vemos um pelé ‘gordinho’ e fisicamente fora de forma. Ele não conseguiria jogar toda uma partida contra uma seleção jovem. Mas e daí, é um filminho, oras. Deixa quem curte sonhar que o Pelé tá jogando na seleção e fez seu último gol… Contra a Argentina!😛

Obrigada mais uma vez, Michel, pelo link.
http://copeiros.wordpress.com/2010/06/15/realizaram-o-sonho-do-pele/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: