Envelheci na cidade… :P

Bexigas de Aniversário

Olha só. Mais um ciclo se fechou no dia 07. E isso significa que um novo se iniciou. É a Roda da Vida! Eu iniciei este post no dia do meu aniversário, mas não pude terminá-lo como deveria. Vamos lá…
Ainda estou refletindo sobre as colheitas boas e nas que falharam, trabalhando nas novas sementes e no novo plantio. Já colhi algumas coisas mais rápidas. Mas adubo e atenção são sempre necessários pra que a boa colheita continue.

Tanta coisa aconteceu de um ano para cá. Infelizmente, não registrei nada, nem manualmente. Poderia me ajudar a aprumar uma série de coisas que acabaram entortando ou embolorando por falta de cuidado.

Foi um dia muito feliz para mim. Aliás, há anos não senti uma alegria tão grande por um ciclo que se encerrava. Não sei explicar porque e sinceramente, who cares? Algo aliás que me irrita profundamente é, pra que ficar procurando explicação pra felicidade? Ela veio, ótimo, vamos curtí-la. Ainda mais pra pessoas que como eu, têm um humor que oscila como montanha russa.

Sou uma pessoa muito rica e não é materialmente não (literalmente não tenho onde cair morta ainda…). Tenho amigos. Tenho irmãos. Tenho uma boa saúde. Sou uma pessoa feliz a maior parte do tempo (exceto quando a falta de serotonina age). Preciso é de disciplina e determinação para prosseguir, racionalidade para me conscientizar de que o avançar da idade não é a aproximação do fim da linha, mas apenas avanços na estrada da vida e a experiência adquirida é uma ferramenta que vai me ajudar na caminhada, me ajustando de acordo com os limites que o corpo vai impondo no decorrer do tempo que passa.🙂

39 é uma idade razoavelmente venerável e a boa e velha cobrança pessoal cutuca meu ombro dizendo: e aí, o que você tem de concreto na vida até hoje?

Curiosamente, até algumas semanas atrás, estava deprimida com isso. Materialmente não tenho nada. Não economizei, não fiz poupança, não investi em nada e tampouco tenho bens materiais de grande valia. Se eu fizesse um testamento, o que iria deixar pros meus herdeiros, que na ausência de filhos, são meus três sobrinhos? Isso me preocupa, mas acho que se trata mais de uma auto-cobrança advinda do que a sociedade ‘coloca’ como ideal do que outra coisa. Se vc não segue as regras, é uma pessoa estranha e esquisita (ei, mas esse não é o Fabra? :P).

Piadas à parte, estava tão pilhada às 11:30 da noite do dia 6, esperando a meia-noite como se fosse criança esperando papai noel na véspera de natal. Foi muito curioso e interessante. Quem sabe o Alan me ajuda a entender?😛

Aí, veio outro ponto da sociedade que é um pé no saco que eu não tenho: não podemos exaltar nossas vitórias ou a nós mesmos sem sermos chamados de egoístas ou metidos. Temos que pensar nos outros, pensar em si mesmo é egoísmo. “Amai ao próximo como a ti mesmo”, diz um ensinamento muito bonito. Mas ninguém analisa isso, repete-se por ai como papagaios sem compreender. E ela justifica o comportamento muito agressivo de algumas pessoas para com o próximo. Se elas não amam elas mesmas, como é que amarão ao próximo, gente? Ninguém nunca parou pra refletir nisso. Então, já aí temos um ensinamento antigo, visto de uma maneira um pouco distorcida (ah, vá!!!!).

Usei um exemplo cristão porque facilita a compreensão da maioria das pessoas. Mas eu aprendi isso de outra maneira, num outro contexto, que nem importa, pois o importante foi ter aprendido a lição. Pra poder oferecer meu melhor ao próximo, tenho que ter o melhor pra mim primeiramente.

Sendo assim, fiz algo inusitado: decidi que EU seria a primeira a me desejar feliz aniversário. Esperei passar um pouco da meia-noite e disparei mensagens em todas as listas que eu participo, me desejando parabéns. Ah sim, sempre vai ter alguém achando que meu ego é grande demais, mas… É que elas não olham o próprio umbigo… Acontece.🙂

Porque fiz isso? Ora bolas! Eu já estava exultante na véspera e queria exaltar mais ainda o dia em que vim ao mundo, recebendo o carinho dos amigos! De todos! Dos que estão perto e podem até dar um pulo aqui qualquer dia pra me abraçar, dos que estão longe e vão telefonar ou mandar mensagem.🙂
Então pra receber todo carinho mesmo, de todo mundo, eu lembro a todos que é meu aniversário.
Aí vio mesmo um moooooooooonte de vibrações boas, mensagens alegres e brincalhonas, telefonemas com aquelas vozes que fazia tempo que eu não ouvia, ou até mesmo aquelas que só ligam no meu aniversário. Mas isso não importa… O importante é que naquele momento, aquela pessoa pensou em vc com carinho para lhe desejar algo bom. Isso cria uma corrente de boas vibrações quase tão boa quanto aquelas que criamos quando oramos por alguém que precisa.🙂

Eu diria que eu fiquei até embriagada de tanta coisa boa que me enviaram. Além das mensagens com textos lindos, ou simples, mas carinhosos, eu ganhei de presente vídeos do Youtube (uns toscos pra rir mesmo), outros bonitos de fazer chorar. Enfim, eu consegui o que desejava: receber de presente muito carinho, mesmo de quem estava distante.

Neste momento então, após toda essa filosofia sobre aniversário, envelhecer e egoísmo, eu agradeço a todos sem exceção que pensaram em mim neste dia. Obrigada mesmo de coração, vocês fizeram alguém mais feliz MESMO.🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: