A idade vai chegando….

… e usam isso pra sacanear quando a gente faz bobagens…
Nota da redação: os episódios não aconteceram todos no mesmo dia.

Episódio 1 – O solzinho esquisito

“Sei-lá-eu-quem” responsável pelo Pan, dava entrevista na tv.
A “pessoa” aqui observou atrás dele, perto do computador, um solzinho amarelo.

– Olha! Por que estão fazendo propaganda do Unibanco no Pan? – Pergunta a ingênua desavisada eu.

– O QUÊ???? Que Unibanco??? – Responde a ligadíssima e conectada no mundo Samara.

– O sol! O solzinho do Unibanco, ali, atrás do moço! – Eu repeti. – Que propaganda escancarada.


Solzinho do Unibanco

*uma gargalhada sonora e divertida me deixa desconcertada e confusa*

– O que foi??? – perguntou a confusa e equivocada eu.

– Mary, aquele é o símbolo do Pan!!!!! Que solzinho do Unibanco quê!!!! Tá louca???

– Ah, é? – Cara de “mi f***”. – Pô, mas parece o solzinho do Unibanco, vai…

– Parece, a sua fuça. Tá ficando gagá mesmo… – Diz ela ainda rindo.


Caue, símbolo do Pan 2007

***Fim do primeiro episódio***

Episódio 2 – A massa de cookies

Eu decidi fazer cookies. Não sei porque pensei que seria capaz de fazer tal proeza, meu negócio é salgados. Mas vamos lá. Massa de caixinha, nada complicado. Ovos e leite, bater tudo e por no forno, pronto. Certo?
Claro que não. Algo tinha que sair do escopo. Senão não seria eu.
Decidi bater a massa usando o mixer. Eu bati uma massa de bolo dias antes, porque não a massa de cookies?

*Neste momento, pessoas que entendem de culinária já devem começar a ter uma idéia do que houve*

Comecei a bater a massa e num dado momento, o mixer travou.
Ótimo, soltei o botão, tirei da vasilha e olhei a massa. O ponto da massa de cookies é diferente do ponto da massa de bolo. Eu sabia disso? Não, senão não teria usado o mixer. Mas o pior não é isso.
Depois de olhar a vasilha, virei a extremidade do mixer para ver se havia danificado as lâminas. Não, nada danificado. “Será que ainda funciona?”. Virei para baixo e apertei o botão e…

… pintei toda a cozinha com a massa de cookies.

É. Nem eu me conformo com essa pataquada. Foi tão ridícula quanto a do Milton batendo o omelete com o mixer no prato raso ou o Nemec estourando pipoca na panela sem tampá-la. Ria tanto de mim mesma, que tive que sentar no chão. Ainda bem que virei a extremidade para baixo, senão tinha ido na minha cara inclusive!

Embora, tenha pintado eu mesma, só que no avental. Azulejos, louça já limpa no escorredor, fogão, geladeira… Nem o armário de mantimentos escapou. Sentindo-me pior do que o pica-pau quando leva invertida, terminei de pôr os cookies no forno e limpei tudo.

Comentário da Samara: “É a idade…”
Comentário do Milton: “Oba! Não fui o único!!!”

***Fim do segundo episódio***

Episódio 3 – A pasta de dente errada

AINDA BEM que essa não deu “certo”.

Fui escovar os dentes uma noite destas. Peguei a escova de dentes e de relance, vi um tubo branco com letrinhas miúdas azuis marinho. Não tive dúvida, peguei o tubo e já ía abrí-lo quando…

… vi que era o tubo de Hirudoid e não de Acquafresh, a pasta de dente que eu uso.

Tive uma crise de riso me imaginando levando a escova a boca com hirudoid. Que gosto deve ter aquilo?

Provocou risos até nos cães….

Preciso dizer que a Samara me chamou de gagá de novo?

***Fim do episódio 3***

Episódio 4 – Dislexia pra escrever

De uns tempos pra cá, tenho notado que cometo mais erros ao digitar.
Mas não são aqueles erros de trocar uma letra por outra, mas sim, inverter a ordem das letras. Se eu parar de corrigir o que sair digitando, por exemplo, daqui pra frente, pote acontecer de errar letras e trocar ordem de letras nas palavras. Fica uma coisa táo absurda e esdruxukla que chega até a irrrita,r/ . Principalmente poprqye trabalho com tradutao e não posso ficar cometendo esse tipo dee errinho besta. Cusdta um trabalho danado ficar voltando pra corrigiir letras a mais ou palavras de orden trocada. Pior ainda, quando são palacvraz que eu sei que terminam com determinadas letaras mas troco mesmo assim. E o corretor do word não ajuda em nada, zaquela bodega pirque ekle às vezes sugfeere umas corre;coes tão estúpidas que tem que ignorar. Sei lá eu de onde ele tira aquelas regras estapafurdias quer aparecerrm de vez enquando.

Perceberam?
Será que é a idade também?

***Fim do espos’soiod quatro***

ERRATA

No post anterior, onde está escrito ursa perfurada de Diadema, favor ler ursa PERFUMADA de Diadema. O diagnóstico é o mesmo: úlcera perfurada no duodeno. Desculpem nossa falha e obrigada Milton por apontar o erro. Mas não ouse apontar os erros do episódio quatro eles foram propositais tá?🙂

E mais uma dessas…

Na clínica que uma amiga trabalha aparecem pacientes com dor no nervo asiático. Deve ser o peso da população da China nas costas da pessoa, coitada. :PPPPP . Acho que é até meio óbvio dizer que o diagnóstico é dor no nervo ciático.

Aconteceu na mesma clínica:
(os nomes foram trocados para preservar a identidade dos envolvidos)

Telefonista: – Nanda, qual o CID para tendinite?

OBS: CID é Código Internacional de Doenças

Nanda – Qual a região da tendinite?

Telefonista – Peraí, já ligo..

Minutos depois…

Telefonista: – Nanda, a região da tendinite é zona leste…

Nanda (sem muita paciência) – Marta, é região do corpo, não região aonde mora o paciente….

(Nem sei se a Marta tem idade avançada. Mas tá quase lá com as minhas pataquadas…)

—– TURUM TSSSSSSSSSSSSS —–

**HORA DOS COMERCIAIS**

Aguardem, em breve, nova sessão no blog: “Pergaminhos de Carvalho”, uma sessão dedicada a poemas e contos meus e de outros autores. Aceitamos contribuições mas não pagamos direito autoral, apenas divulgamos a autoria! :PPPPPP

**FIM DOS COMERCIAIS**

E fim do post de hoje. Obrigada pela audiência.🙂

2 Comentários

  1. Kemeniel said,

    28 de setembro de 2009 às 9:09 pm

    Que gosto será que tem aquilo, Nen?Olha, a senhora é mais idosa que eu tá?😛Mas não vou falar mais nada, porque respeito os mais velhos!😛

  2. Dama do Lago said,

    28 de setembro de 2009 às 9:20 pm

    Elfa, você sabe que eu te amo mas sou obrigada a concordar com a Samy, você está ficando gagá.Rolei de rir aqui imaginando você escovando os dentes com hirudoid.Mas defendo você no caso dos cookies, cozinha é um lugar extremamente perigoso para pessoas leigas como nós ^_^Beijão e saudades queridaNen


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: